terça-feira, 29 de setembro de 2015

Leitura dinâmica pode ajudar nos estudos para o vestibular





A leitura é parte inseparável da rotina de quem estuda. Mas cada um tem seu tempo na hora de ler. Para acelerar esse ritmo e não perder horas com longos textos e muitos livros, algumas pessoas apelam para a leitura dinâmica. O método, que promete acelerar a velocidade e melhorar a qualidade de leitura, exige muito treinamento e persistência. Mas nem sempre os resultados se refletem nos estudos.

A leitura rápida promete salvar a vida de quem precisa assimilar muita informação em pouco tempo. O professor do curso Methodus , Leandro Santos, explica que é uma forma diferente de ler. "A maioria das pessoas sabe ler silabicamente, a leitura dinâmica cria uma nova estrutura de leitura." Quando aprendemos a ler na escola, juntamos cada sílaba para formar uma palavra e a partir daí assimilar o significado de todas as letras juntas. Na leitura dinâmica, o processo é outro. O cérebro vê a palavra como um todo, dessa forma a compreensão é mais rápida e mais eficiente, diz Santos.

"Na leitura silábica o referencial das pessoas é o significante, o símbolo e na leitura dinâmica vamos tocar no significado, na informação", explica Santos. Além da velocidade, esse tipo de leitura promete otimizar a compreensão. Um leitor lê, em média, 150 palavras por minuto e compreende 60% do seu conteúdo. Teoricamente, o leitor dinâmico bem treinado lê 800 palavras por minuto e compreende 80%.

Para conseguir alcançar essas estatísticas é fundamental praticar. Para iniciar o treinamento são indicados textos familiares, com assuntos de domínio do aluno. Depois que se atingiu uma boa média de tempo com este material, o aluno deve passar para textos mais complexos. Das três etapas que estamos acostumados a percorrer para ler de forma silábica (olhar, falar e compreender), uma é eliminada na maneira dinâmica, a fala. Assim o processo torna-se mais rápido. Mas é preciso policiar o costume de pronunciar - nem que seja mentalmente - as palavras lidas. Não existe um tempo mínimo para aprender a ler rapidamente, isso depende diretamente de prática.

Fonte: Noticias.terra.com.br





Entre alguns dos projetos científicos, estarão expostos na feira:


"Botânica e seus efeitos na vida do ser humano"- Orientador: Profº Thiago Pellegrini


"Auroras Boreais" -Orientador: Profº José Adriano


"Túnel dos 5 sentidos" -Orientador: Profº Valdemar Cardoso Junior


Segue a relação de grupos e projetos no seguinte link: